13 de fev de 2012

Alimente-se bem no CARNAVAL!

Vai aproveitar a folia do carnaval? Saiba que é muito importante cuidar da sua alimentação, já que escolhas erradas podem comprometer o pique e diminuir a quantidade de dias de festa. 
Pensando nisso, escolhemos dicas e sugestões do que ingerir antes, durante e depois da folia para que você não se “acabe pela boca” no período de Momo.

Antes da folia:
  • Beba bastante líquido (água, sucos).
  • É importante que você faça uma refeição saudável e que nela contenha alimentos fonte de carboidratos, como pães, cereais, macaxeira, massas. Eles fornecerão a energia necessária a ser gasta durante a folia.
  • Sugestão de um café da manhã: 1 fruta com granola + um sanduiche de pão integral com queijo branco e peito de peru + um suco de fruta.

Durante a folia:
  • Cuide de sua hidratação! Beba muita água mineral, água de coco, sucos de fruta ou até mesmo bebidas isotônicas. Assim, você estará repondo as perdas da transpiração. Consuma-os num intervalo de 20 a 30 minutos.
  • Quando ingerir bebidas alcoólicas sempre intercale com copos de água, pois o álcool tem a característica de desidratar o nosso corpo.
  • E não se esqueça: o álcool é calórico, portanto não abuse!
  • Alimente-se durante a festa, prefira alimentos leves e de fácil digestão. Evite alimentos gordurosos (frituras, embutidos e queijos amarelos, por exemplo), pois são pobres nutricionalmente e dificultam a digestão. Apostem em aperitivos como as frutas secas, castanhas, pistache e barras de cereais, são ótimas opções.  Se optar por fazer um lanche no meio da folia, certifique-se se o local é de boa procedência higiênico-sanitária, pelo menos aparentemente, pois uma intoxicação alimentação pode encerrar seu carnaval.

Após a folia:

  • Se alimente bem! Coma de 3 em 3 horas e evite alimentos ricos em gorduras e carboidratos refinados. Prefira os integrais.
  • Consuma bastantes frutas, verduras e legumes, pois são eles as principais fontes de substâncias antioxidativas e desintoxicantes, fundamentais para a eliminação do excesso de radicais livres e toxinas produzidos nesse período, principalmente os ricos em vitaminas C, A e E. Exemplos: mamão, cenoura, couve, cereais integrais, castanhas, nozes, amêndoas, frutas cítricas, folhas verdes.
  • Não se esqueça do descanso, durma de 6 a 8 horas para poder recuperar a "energia".
  • Se houve consumo excessivo de álcool, hidrate-se mais do que de costume, já que provavelmente encontra-se desidratado. Só volte a ingerir bebidas alcoólicas após estar bem hidratado e alimentado.

 Tenham um ótimo carnaval, sem descuidar da saúde!




Texto Izabel Oliveira, nutricionista da MAIS Atividade Física.
CRN: 9739\P   

 

8 de fev de 2012

Entrevista do Personal da MAIS Atividade Física, Anderson Santos na TV Clube/Record.

              Você já se perguntou em quanto tempo os resultados aparecem com o treino de musculação? Ou se musculação faz mal a coluna? Acesse os vídeos e confira as respostas a essas e outras dúvidas enviadas pelos telespectadores ao programa Essencial da TV Clube/RECORD (04/02/12)

1º) BLOCO:

2º) BLOCO:



Um Abraço a todos!

1 de fev de 2012

Exercício Físico para DIABÉTICOS.


O Diabetes Mellitus é uma doença milenar que acompanha a humanidade até os dias de hoje. Há relatos de que sintomas encontrados em escritos do povo egípcio, em XV antes de Cristo, que são atribuídos a doença. Nos tempos modernos, a adoção de hábitos alimentares inadequados e o aumento do sedentarismo aumenta a incidência desta da doença no mundo, que já é a quarta maior causa de morte, tanto em número de pessoas afetadas (250 milhões no mundo); quanto nos custos envolvidos no controle e no tratamento de suas complicações. Estima-se que uma pessoa morra a cada 8 segundos devido a alguma complicação ligada ao diabetes e o pior, que até 80% de das pessoas atingidas desconhecem o problema.
Ações preventivas ao diabetes incluem a ida regular a um médico, manutenção do peso adequado, dieta equilibrada, implantação de um programa de exercício físico e educação do paciente. Já o tratamento inclui modificações dietéticas, perda de peso, atividade física regular e uso de drogas antidiabéticas orais ou injetáveis. Tanto exercícios aeróbicos (corrida/caminhada), quanto anaeróbicos (musculação) são auxiliares no controle de variáveis complicadoras em diabéticos.
Os benefícios do exercício regular em diabéticos incluem:
  • Aumento do fluxo sanguíneo entre os músculos e maior circulação nos membros inferiores;
  • Contribui na redução de peso total;
  • Aumento da concentração das enzimas musculares, aumentando a capacidade do músculo esquelético em produzir energia com eficiência;
  • Aumento da ação da insulina no organismo;
  • Captação de glicose no período pós-exercício: após o término da atividade, a musculatura continua captando glicose mais eficientemente.
  • Melhora da tolerância à glicose como resultado de uma maior utilização da  glicose e do aumento da sensibilidade à insulina.
Para praticar o exercício físico com segurança, o diabético deve ficar atento às recomendações médicas, realizar exames prévios, e receber orientação de um profissional de educação física e um nutricionista. Em determinados casos é importante monitorar a glicemia antes e após o exercício, atestando que as taxas estão adequadas para se exercitar.
            Deste modo, os diabéticos devem e podem aderir a um programa de atividade física, desde que bem orientados e com liberação médica. A prática do exercício físico, aliada as demais mudanças comportamentais ajudará os indivíduos a manter uma vida com maior qualidade. Informe-se MAIS, acesse o site da Sociedade Brasileira de Diabetes: http://migre.me/7GsPg.


Texto: Penelopy Dabbico, colaboração Anderson Santos, personais da MAIS Atividade Física.